Mudanças do visto australiano de estudante: parentes, guardiões e dependentes


Qual o protocolo válido para adicionais com as mudanças do  visto australiano de estudante a partir de 1° de julho?

Estamos às vésperas de entrar em contato com um novo sistema e novas regras que serão implantadas com as mudanças no visto australiano de estudante. A partir de 1° de julho a exclusão de 6 das atuais 8 subclasses de visto, as novidades quanto as exigências para a comprovação de financeira e de idioma e as notas revisadas das instituições de ensino entram em vigor para tornar mais objetivo o processo de aplicação e diminuir os riscos de imigrações desinteressantes para a Austrália.

Entre as vantagens das mudanças do visto australiano de estudante está o aumento do rigor na pontuação das escolas para elevar o nível na qualidade da educação oferecida pelas instituições australianas e a manutenção de regras que aumentem o conforto dos alunos com a presença de parentes, guardiões e dependentes. E é desse último quesito que trataremos neste texto que faz parte da série sobre as mudanças do visto de estudante para a Austrália.

Quais as mudanças do visto australiano de estudante e seus familiares?

Conforme já mencionado, a partir de 1° de julho haverá mudanças do visto australiano de estudante e passa a valer apenas duas subclasses de visto de estudante para a Austrália, são elas:

Subclass 500 (visto de estudante) = para todos os estudantes, independente do curso

Subclasse 590 (Student Guardião Visa) = para os guardiões, familiares e tutores dos estudantes.

O cônjuge, familiar ou dependente deverá ser mencionado como acompanhante durante a solicitação do visto de estudante para a Austrália para incluí-lo na mesma subclasse e permitir sua entrada no país. Caso isso não seja feito no ato, essa inclusão fica impossibilitada, ou seja, pode-se até conseguir um visto australiano de turismo, mas a validade não será a mesma que a subclasse de estudante. Aos que estabelecerem laço familiar após a concessão do visto titular existe a exceção de aplicação posterior.

A comprovação financeira para os acompanhantes devem seguir o padrão:

  • Companheiro/cônjuge AUD$6.940
  • Filho AUD$2.970

Como funciona o visto para guardião?

Com as mudanças do visto australiano de estudante, a pessoa nomeada como guardião precisa comprovar que tem condições de se manter no país, assim como ao estudante e qualquer requerente secundário, por meio da comprovação financeira na quantia de AUD$19.830,00 individuais para cobrir 12 meses de permanência na Austrália.

Com a implantação do algoritmo no quadro de visto de estudante simplificado, conhecido pela sigla (SSVF), o guardião fica isento da análise de risco para imigração, entretanto, a evidência da capacidade financeira faz parte do processo de solicitação de visto para Austrália e pode ser fornecida assim:

  • Evidência de que o cônjuge possui renda anual de AUD$ 70.000 ou mais;

ou

  • Evidência de fundos suficientes para cobrir despesas de viagem e despesas de custo de vida durante os primeiros 12 meses para si mesmo e para cada filho dependente incluído na solicitação.

É importante mencionar que as aplicações realizadas para membros da família do guardião após a solicitação do visto do titular não serão válidas, sendo necessárias novas aplicações para estudantes e guardiões.

 

Saiba mais:

Como Solicitar Visto de Turismo para a Austrália – Passo-a-Passo

Quero estudar mais do que 3 meses na Austrália, informações sobre Visto de Estudante

Veja nossa área de perguntas frequentes também

 

 

Autor: Alexandre Luis Pedrosa – Especialista em Vistos e Educação!

Fale com o autor: alexandre@vistoaustraliano.com.br